Whole 30: Mais que uma dieta, uma experiência de vida

Venho hoje cheio de orgulho contar da minha experiência dos últimos 30 dias. Junto com a minha namorada, me propus ao desafio Whole30, uma famosa dieta que ganha cada vez mais adeptos por proporcionar resultados incríveis se combinada com exercícios. Normalmente, esses resultados não são alcançados somente com uma boa alimentação.

COMO FUNCIONA A WHOLE 30

Como o nome já diz, durante 30 dias você muda completamente a sua alimentação, cortando todos, eu disse TODOS os tipos de bebidas alcoólicas, grãos, farinhas, derivados do leite e açúcar, sendo ele natural ou artificial. Além disso, ela impõe restrição a algumas frutas, legumes e sementes. Basicamente é só proteína, mas não a compare com qualquer dieta que tenha conhecido ou realizado. Não há “dia do lixo”, o que mexe bastante com seu organismo e principalmente com sua mente.

As famosas escapadas do fim de semana são estritamente proibidas na Whole30

O QUE DEVO TER EM MENTE ANTES DE ENCARAR A WHOLE30

Prepare-se para mudar . Qualquer pessoa com a saúde em dia pode fazê-la, mas deve ficar ciente que sua dedicação deve ser 100%. Como não há exceções entre os alimentos que citei acima e nem dia do lixo, você deve abandonar a sua rotina. No meu caso, foi um grande sacrifício, pois não sou o que se chama de caseiro, gosto bastante de sair (pra comer principalmente), bebo de vez em quando e tenho uma paixão incontrolável por hambúrgueres. Mas, o bacana é que você se reinventa, aprende a negar “besteirinhas”, conhece novos alimentos e acaba transformando a sua mentalidade. Isso não quer dizer que irá virar um fisiculturista em 1 mês, mas já é um grande passo para manter um estilo de vida mais saudável.

FACILITANDO O WHOLE30

A principal motivação que tive, sem dúvida nenhuma, foi a parceria da minha namorada, a blogueira Thamiriz Garcia. Ela fez os 30 dias direitinho e também conta essa experiência em seu blog – www.blogdamiriz.com.br – Sozinho eu digo que não conseguiria, pois nos momentos mais agoniantes da dieta, tem que ter alguém que te motive e não te deixe desistir. Outro ponto fundamental é a pesquisa e a criatividade. Na internet, com uma rápida busca no Google,você encontra inúmeras receitas voltadas para o Whole30, que você pode simplesmente copiar ou incrementar de acordo com os alimentos possíveis.

Ovo assado com molho de tomate. A minha receita preferida nessa dieta.

AS SENSAÇÕES

A primeira semana é a mais sofrida, dá vontade de desistir a qualquer momento. Mas como um viciado, você deve considerar uma vitória a cada dia e não ficar pensando lá na frente. E nem pense em se pesar antes do final, eu fiz isso em 10 dias e acabei me arrependendo, pois não havia emagrecido um grama sequer, o que é normal pois o corpo ainda está se adaptando nesse período. Porém, pra quem quer resultados imediatos, é um pouco desanimador. Outra curiosidade que aconteceu comigo foi a falta de açúcar. Nunca fui muito chegado em doces, mas durante a Whole30 foi a minha abstinência, aquela vontade de comer um chocolate, nem que fosse daqueles feitos com 70% de cacau. Por último, não se surpreenda com o cansaço. A falta de carboidratos, no início, leva a uma indisposição que incomoda, mas logo desaparece ao longo dos dias.

WHOLE30 E A CORRIDA

Para quem corre com frequência a minha dica é tomar cuidado com esse desafio. Com uma restrição forte a maioria dos carboidratos e açúcares, a energia do atleta vai pro espaço em questão de minutos. Porém, encontrando os alimentos certos, como batata doce e  abóbora, a Whole30 só trará ganhos. Seu peso e gordura corporal diminuem, melhorando muito o seu condicionamento físico.

VAMOS AOS RESULTADOS

No dia 1º de março, meu peso era de 63,7kg, fruto de um carnaval sem escrúpulos por assim dizer heheh. Já na manhã de hoje (31), a balança estava marcando 59,7kg, ou seja, eliminei 4 kg! Infelizmente, não consegui tirar as medidas de cintura e abdômen para comparar, mas a foto abaixo fala por si só.

A cintura foi a parte que mais notei diferença

Estou muito feliz com os resultados, mas eu diria na hora que não faria novamente. Como o título do post diz, foi uma experiência, que mudou um pouco a minha mentalidade sobre alimentação, mas todo sacrifício deve ter um objetivo, e sinceramente, a Whole30 não se encaixa nos meus. Todavia, para quem tem força de vontade e está afim de encarar, segue o link do site, com todas as recomendações e lista de alimentos: www.whole30br.com

 

Espero que tenham gostado 😉

Um abraço e até o próximo post!

1 Comment

Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *