5 Dicas: Os cuidados ao correr no frio

Fala pessoal! Como estão os treinos?

Aqui no Sul, o inverno está chegando e com cara de que vai ser bem rigoroso! E, para os atletas mais apaixonados, o frio que chega com a estação é mais um obstáculo a ser ultrapassado. Além disso, o corpo humano necessita de cuidados especiais com exercícios em temperaturas mais baixas, que caso não sejam observados, podem trazer riscos sérios a saúde e em alguns casos mais extremos, levar o atleta ao óbito. Por isso, hoje trago a vocês 5 dicas de como se preparar para correr no frio:

1. USE UMA VESTIMENTA ADEQUADA

Mesmo que sinta calor no decorrer do treino ou da prova, não abra mão de roupas compridas e quentes e utilize touca e luva. O corpo humano tem sua temperatura normal em 36,5ºC. Ficando vulnerável ao frio, o metabolismo deixa de produzir energia suficiente para manter a temperatura interna do corpo, levando a perda de coordenação motora, confusão mental e até parada cardíaca, segundo o cardiologista Dr. Nabil Ghorayeb.

2. CUIDE DE SUA PELE
O frio intenso e o vento gelado ressecam a pele, podendo causar não muito raramente queimaduras nas partes expostas, como também em outras áreas, como nos mamilos ou nos dedos dos pés. Capriche no hidratante ou utilize um pouco de vaselina (onde a pele é menos exposta).

3. AQUEÇA-SE COMO NUNCA

Músculos e articulações em repouso já sofrem se forem postos a prova sem um aquecimento adequado antes da corrida. No frio, é 3 vezes pior! Por isso, capriche no alongamento de todos os membros e pratique um trote de pelo menos 10 minutos antes de iniciar um treino mais intenso. Ah! Mantenha sua respiração pelo nariz, assim o ar chegará mais aquecido aos pulmões 😉

4. FAÇA INGESTÃO DE BEBIDAS QUENTES
Beber líquidos quentes antes e após uma corrida ajuda (e muito!) a manter o corpo aquecido. Dê preferência aos chás, leite e chocolate quente. Um exemplo é de que nas emergências, por hipotermia, um dos cuidados principais é administrar líquidos aquecidos pela boca. E jamais ingira álcool com a finalidade de se aquecer, isso é puro mito. Esse tipo de bebida dilata os vasos sanguíneos, levando à maior perda de calor, ou seja, o objetivo contrário!

Bebidas quentes, como o chocolate, aquecem o corpo no pré e pós-treino

5. MANTENHA O MESMO RITMO DURANTE TODA A CORRIDA
Com menos calor, o atleta possui a falsa ilusão de que vai se cansar menos, e por isso acaba se empolgando e aumentando a velocidade das passadas. Porém, seja no frio ou em temperaturas mais altas, correr mais rápido exige um esforço maior do organismo e isso significa fazer o coração trabalhar mais para bombear o sangue no corpo. Se o indivíduo não estiver preparado, isso pode ser perigoso, causando desmaios, tonturas, e como já citei no início do post, até a morte.

Particularmente, eu adoro correr no frio. Meus  maiores desafios de atleta foram em 2 provas na Serra Catarinense, com 25km percorridos em cada uma. Digo que é normal não querer sair da cama quentinha e deixar de lado os treinos no inverno, a preguiça na maioria das vezes toma conta, mas lembre-se (dica extra!) que as comidas da estação são as mais atraentes e você não vai querer deixar de aproveitar né? heheh

Subindo a  Serra do Rio do Rastro em Santa Catarina, na Mizuno Uphill Marathon 2016

E aí, gostaram das dicas? Possuem suas próprias? Conta aí 😉

Um abraço e até o proximo post!

Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *