Corredores de Carteirinha: Carolina Pontaldi

Fala pessoal, tudo bem?

Faz tempo que não escrevo nessa sessão, mas a grande maioria das pessoas que eu sigo possuem uma história digna de admiração, e assim me chamam a atenção para estar aqui. Queria ter tempo pra trazer todos eles!

O corredor, ou melhor, a corredora de carteirinha dessa vez, é a Carolina Pontaldi da Silva, de Blumenau/SC. Analista de Negócios, a jovem de 28 anos orgulha-se muito da sua vida de atleta e se define como uma “viciada em endorfina”. Ela ainda arrancou uma risada minha dizendo que se fica 3 dias sem correr, entra em abstinência e fica insuportável! Pensei comigo: não seria uma espécie de TPM, ou melhor, TPC (Tensão Pré-Corrida)? kkkkkk

Haltere simbolizando os 8kg perdidos em 10 meses (na foto com se coach da Musculação, o Personal Guilherme Corrêa)

O COMEÇO

O primeiro contato da Carol com a corrida foi em 2012 através de um professor que fez um TCC de Educação Física com ela. Junto com seu marido, foram os dois primeiros alunos de Personal desse professor. Mas, ela confessa que o começo foi meio traumático. “Estava com obesidade grau um e era um esforço muito grande. Não sentia satisfação com aquilo, fazia por obrigação mesmo”, desabafa Carol.

O estopim que fez com que a atleta se apaixonasse pela corrida foi um tanto curioso. Devido ao seu quadro de obesidade, que segundo ela, ainda é sua maior dificuldade, ela fez um desafio: fazer treinos de hit na esteira 6x por semana por 60 dias!! 😮 Isso fez com que ela ganhasse resistência para arriscar 5km sem parar. Entretanto, mudanças na vida profissional a afastaram dos treinos, retornando só em 2016 em um grupo de corrida, a Performance Treinamento, levando-a disputar sua primeira prova no final do ano. “Desde então já foram 13 provas e minha paixão pela corrida só aumenta”, diz.

A SENSAÇÃO DE TERMINAR UMA PROVA

Apesar do tom de brincadeira, Carolina é enfática quando diz que a primeira sensação dela ao terminar uma corrida é a vontade de se inscrever pra mais uma. “Sinto orgulho de ser mais forte que as desculpas que teria pra não treinar, pra não sair pra correr na chuva ou frio, pra não fazer o fortalecimento muscular, pra não cuidar da alimentação… Orgulho em completar algo que me propus a fazer independente do pace, do tempo, da cadência… Orgulho de ver o olhar dos familiares quando chego mostrando uma nova medalha!”, declara emocionada.

Carolina completando os 5km na Meia Maratona de Balneário Camboriú 2017

O PRÓXIMO OBJETIVO

O objetivo principal de Carolina com a corrida é que ela continue sendo um prazer e que seja constante na sua vida. Ela teve uma fase de muita cobrança consigo mesma em que os resultados não apareciam, o que acaba em frustração. (Nesse momento, Carol ganhou ainda mais minha admiração ao enfatizar uma filosofia que sempre abordo no Blog). “Notei que estava fazendo desta, que é uma das minhas maiores alegrias, uma obrigação!! Aí recuei. Deixei fluir…  E o principal, deixei de me comparar com os outros! Cada um tem uma história, uma genética, tem um tipo de resposta, tem uma distância que se sai melhor, e o ideal é que você experimente cada uma até encontrar a sua melhor, não necessariamente a que te deixe sempre no pódio mas a que te faça feliz!!! E que você faça as migrações por vontade própria e não embarque na onda de outras pessoas que têm objetivos completamente diferente dos seus. Quando vejo uma pessoa de mais idade correndo eu sempre penso “quero ser assim” e para envelhecer correndo tem que ser por prazer e não por obrigação!”, falou a corredora.

Além disso, ela revela que os 21km de uma meia maratona estão na sua pauta, apesar de nunca ter passado do 10. Para isso, ela conta com um apoio muito especial. “Meu marido é meu grande torcedor e o maior incentivador, ele inclusive começou a correr por minha causa. Hoje já adora a corrida também!”.

SOBRE OS CORREDORES PIPOCA

Falei sobre esse assunto polêmico em um post aqui no blog: Corredores Pipoca. Como recebi tanto críticas como elogios, resolvi perguntar a Carolina o que ela achava disso. Ela acredita que cada um tem sua motivação pessoal pra ir de pipoca. “Já ouvi muitas histórias nos bastidores, desde “não tive dinheiro para esta inscrição e vim acompanhar os colegas”, como “tinha treino longo para esse find e resolvi vir fazer uma parte aqui na prova” ou até “fui me inscrever e já tinha esgotado”, mas, sinceramente, nunca presenciei algum corredor pipoca por pura sacanagem, nem só se aproveitando da estrutura montada”, opina a atleta. Entretanto, ela faz uma ressalva. “Particularmente não tenho nada contra, pois não me atrapalha em nada durante a prova, mas não posso ser completamente a favor pois sou frequentadora assídua e pagante de várias provas e sei que se todos fossem de pipoca elas simplesmente não poderiam mais acontecer. Eu prefiro não participar de pipoca, mas não deixo de ir assistir por não estar inscrita… vou mesmo que seja de staff, torcedora ou animadora dos colegas que estejam competindo”, conta ela.

Carol finalizando os 10km da Sesi Corridas do Bem – Etapa Blumenau 2017

Como ao final de toda entrevista dessa sessão, desafiei a corredora a deixar uma mensagem que inspirasse outras pessoas a começarem no esporte, e ela ainda fez eu ganhar o dia heheh:

“Gosto de algumas citações que leio em posts de blogs como o seu, ou de outros colegas corredores, mas nada mais inspirador que a satisfação de uma corrida concluída!! Seja de 100m ou 21km. A quem já começou: não pare nunca e nunca deixe que pequenas adversidades te tirem desse mundo delicioso e louco dos corredores!!
A quem pensa em começar: por qualquer motivo que esteja adiando o início, não espere mais, você pode começar agora mesmo. Coloque na cabeça que só depende de você! Estipule metas, objetivos, tempos, distâncias e perceba o quanto irá se tornar mais forte a cada dia, não apenas fisicamente mas principalmente no psicológico! Pegue aquele trechinho que você se sente à vontade, seja na calçada, ciclofaixa ou no parque. Comece hoje e marque os pontos de trechos que você consegue correr e vá aumentando aos pouquinhos! Tenho certeza que os resultados não vão surpreender ninguém mais do que você mesmo!!”.
É isso pessoal. Adorei ter conhecido a Carol e saber que tem mais uma colecionadora no mundo! Pra quem quiser acompanhá-la, sigam seu Instagram: @carolinapontaldidasilva
Um abraço e até o próximo post 😉

 

Author colecionadordecorridas

2 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *